terça-feira, 27 de dezembro de 2011

CQC tira sarro com torcedor do Santa Cruz

Jornal do Brasil pode voltar às bancas em 2012

O centenário Jornal do Brasil, que abandonou sua versão impressa em 2010, pode voltar às bancas. A afirmação foi de Pedro Grossi, que já ocupou o cargo de vice-presidente do periódico e foi recontratado recentemente pelo empresário baiano Nelson Tanure, dono da holding Docas Investimentos, que administra a marca JB, entre outras empresas. As informações são do portal O Repórter. 

Grossi deixou o comando do jornal por discordar da migração definitiva do papel para a internet e, assim que o jornal deixou de circular, pediu o seu desligamento. Agora, Tanure parece ter mudado de ideia e quer que o seu executivo redescubra o velho formato e traga lucros que ainda não consegue enxergar no modelo virtual.
Na época da chamada "migração do impresso para o digital", a direção do JB chegou a publicar um artigo com 50 itens,que explicariam a decisão de abandonar definitivamente a versão impressa. A decisão de retomá-la, porém, pode estar relacionada ao modelo de negócio on-line, que ainda não decolou. 

Antes da migração para o digital, o Jornal do Brasil mantinha aproximadamente 120 colaboradores, entre empregados contratados no regime celetista e outros como pessoas jurídicas. Atualmente, cerca de dez jornalistas fazem a atualização do site.

Grossi afirmou que deve assumir suas funções nos primeiros dias de 2012, junto com a Dra. Angela Moreira [diretora-presidente].

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Profissão Repórter - Médicos sem fronteiras - 20/12/11

40 razões para se casar com um jornalista

1.Jornalista geralmente é criativo, ele vai surpreender você quando menos esperar;


2.São curiosos e antenados, você sempre ficará por dentro de tudo que acontece;


3.Eles não ganham bem, mas isso é bom porque vocês podem aprender a economizar dinheiro;


4.No Natal, Ano Novo, Carnaval… eles provavelmente estarão na redação. Mas, pense pelo lado positivo: antes trabalhando do que vagabundando;


5.E outra! Trabalhando muito, eles não têm tempo de se interessar por outra pessoa;


6.Eles não são bons de matemática, mal sabem somar e subtrair; mas, para que saber isso se são os mestres da escrita?;

7.Acostumados com pautas, são bem organizados e planejam bem as coisas antes de fazê-las;


8.Como é fissurado por fontes, quando você tiver uma ótima ideia, ele não vai dizer aos amigos que foi coisa da cabeça dele. Dará todas as honras para você!;

9.Como vivem numa rotina corrida, não tem muito tempo para opinar nas coisas da casa. O que você fizer, ele vai achar lindo;

10.Tudo é um grande brainstorm (tempestade de ideias). Monotonia não vai entrar na sua casa!;


11.Quando vocês brigarem, ele não vai achar que a opinião dele é a melhor. Tem que ouvir todos os lados de um fato, ele saberá analisar a situação!;


12.Em coberturas de grandes eventos, você poderá entrar de gaiato. Cada final de semana em um lugar diferente: jogos de futebol, avenida de escola de samba, lançamento de livros…;

13.Mantêm revistas e jornais no banheiro. Você nunca ficará olhando para o vácuo enquanto faz suas necessidades fisiológicas. Ganhará conhecimento!;

14.Idolatram pessoas totalmente desconhecidas (o seu Zé, a Dona Maria, o Juquinha…) Todos com ótimas histórias de vida que vocês podem usar no cotidiano também para se tornarem pessoas melhores!;


15.Não vai faltar café na sua casa. Café e jornalista são praticamente sinônimos;

16.Ele pode escrever os votos matrimoniais da sua irmã, criar o conteúdo do site de negócios do seu pai, ensinar sua mãe a tirar fotos das amigas nos eventos do bairro. Ele aprende de tudo um pouco e gosta de compartilhar!;

17. Tudo para o jornalista tem uma explicação. Eles nunca vão se contentar com a primeira versão de um fato. Você sempre terá uma resposta, mesmo que demore;


18.São ótimos investigadores. Se alguém no trabalho passar a perna em você, rapidinho ele descobre quem é!;


19.Como trabalham muito, não tem tempo para beber demais, fumar, se envolver com drogas… Você terá um companheiro saudável!;

20.Tá bom, vai… eles não costumam comer coisas muito saudáveis. Mas se você for legal e fizer comida para ele levar ao trabalho, isso se resolve rapidinho, não é? =);


21.Suas viagens nunca serão monótonas! Se acontecer qualquer movimento estranho, ele vai logo querer saber o que é e infiltrará você junto para desvendar o problema;


22.Amam roupas leves e simples no dia a dia. Você não vai gastar muito dinheiro com isso;

23.Mas também sabem se arrumar bonitinhos para os eventos. Você terá um parceiro que sabe ser simples, mas também sabe arrasar. Tudo vai depender da ocasião;


24.A agenda é o seu melhor amigo. Mas, não fique com ciúmes! Pense pelo lado positivo, nunca vai esquecer nenhuma data importante, porque tudo fica rigorosamente descrito lá;

25.Eles não ficam irritados com “nãos”, afinal, estão acostumados com assessorias de imprensa que não querem divulgar os bafões. Você não terá um companheiro irritado, mas, em compensação ele não vai desistir até conseguir o que quer. Mas só de não ser grosso já vale, não é!?;


26.Como são antenados, também sempre ficam sabendo das novidades tecnológicas primeiro. Às vezes, até ganham de presente para testar a ferramenta. Você terá tudo em primeira mão na sua casa;

27.Eles não se importam com calor, chuva, trovões… afinal, precisam estar onde a notícia está! Você poderá ir na praia com 50 graus tranqüila ou aquela viagem dos sonhos pode se tornar um pesadelo no caos de São Paulo que ele não vai blasfemar. Ainda vai dar risada da situação;

28.Acham que podem salvar o mundo com uma matéria. Olha que sensibilidade!;

29.Eles sempre sabem tudo todo o tempo;

30.Gostam de música para acalmar;

31.Leem livros raros, histórias para crianças e semiótica… Seus filhos serão super dotados se depender dele;


32.Sua vida social é infinitamente grande. Você nunca poderá reclamar que não conhece gente nova;

33.Eles estão acostumados com coisas chatas e sabem contorná-las muito bem. O casamento nunca vai virar algo monótono;


34.Eles gostam de camisas com estampas de alguma brincadeira sobre algo atual. Suas amigas vão ficar com inveja do seu companheiro inteligente;

35.Eles sempre têm uma opinião sobre qualquer coisa na face da Terra. Durante uma conversa entre amigos, vocês nunca ficarão apagados;


36. A maioria gosta de virar psicólogo, técnico de futebol e médico às vezes. Você terá um companheiro mil e uma utilidades;


37.Por causa da profissão, são forçados a aprender mais de um idioma. Você vai ouvir “Eu te amo” em, pelo menos, umas três línguas diferentes;

38.A primeira coisa que seu filho vai aprender é que a informação é a alma do negócio. Com dois anos, sua fofurinha vai saber o que é aquecimento global, mercado financeiro e já saberá criticar políticos;


39.Gostam de mudar de cidade, estado e até de país. Você conhecerá muitos lugares!;


40.Assistem documentários e vão a museus o tempo todo, não importa o que seja. Ô cultura!

Feliz Natal


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

VERGONHA:Despejo de moradores em nome de obras


Ela é moradora da Favela Mor Gouveia, na cidade de Natal/RN. Jéssica está grávida de 4 meses. Esta foto foi batida depois que ela descobriu que passará o Natal com o marido e o futuro filho na rua. Isso porque o Governo do Estado do RN está reintegrando a posse do terreno onde Jéssica e mais de 70 famílias moram. Dentre os moradores, muitas crianças, deficientes e idosos. Um portador dr Alzheimer, de artrofia cerebral e muitas grávidas. O Sec. de Habitação disse que não podia fazer nada, e pediu que eles voltassem para a rua. Compartilhe e ajude a salvar o Natal e a vida dessas famílias.

Pequeno até fisicamente


Por Emanoel Barreto

A morte do minúsculo Kim Jong-il funcionou para mim como a metáfora viva do poderoso abominável. Pequeno até fisicamente, aquele ser humano encarnava o ridículo trágico do poder; aquele poder que, em seu exercício, pela mistificação permite a transformação do poderoso em mito.

Achava esquisito quando aquela figurinha aparecia. Como se fosse um duende amendoado, cercado de generais bem mais velhos que ele, Kim dava adeusinhos a multidões previamente adestradas à sua adoração. Curvados ao peso de uma miríade de medalhas apensas em suas roupas os generais rebrilhavam. O povo aplaudia.

Pelo adestramento as pessoas pareciam sinceramente ligadas àquele que regia suas vidas. O sistema de Coreia do Norte é de um orwellianismo impressionante, demencial. Nos últimos dias têm passado matérias na TV, como decorrência da morte do ditador. Já observou como marcham as tropas? Ficam entre o ridículo e o grotesto. A marcialidade robotizada lembra-me bonequinhos mecânicos. Para mim isso é a representação de como aquelas mentes funcionam: as coisas são o que o Partido diz que são.

Na verdade quero deplorar o Poder como instância de auto-preservação, posse do poderoso. No Ocidente temos uma manifestação de potestade diversa, mas habilidosa: pelo veio da ideologia vivida sem imposição aparente as pessoas seguem um mesmo caudal e cumprem normas que vão do consumismo à idolatria a um jogador de futebol. E isso é muito político. Quer dizer, de alguma forma, temos os nossos kins...

Mensalão

Charge:Chico Caruso

sábado, 17 de dezembro de 2011

Valorização do prata da casa

O futebol é um meio em que circula muito dinheiro,seja por patrocinadores,venda em bilheterias em dias de jogos,campeonatos ganhos e, o mais importante e lucrativo,vendendo jogador.

Digo isso porque o último item é que vai trazer os outros juntos, como um conjunto de vagões de um trem que não se separa.Um jogador ao se destacar faz seu clube ganhar jogos,ganhar campeonatos,levando torcedores ao estádio e consequentemente fazendo caixa.O número de sócios também aumenta,mais uma fonte de renda.Um clube vencedor atrai patrocinadores para estampar na camisa daquele time a sua marca já que sabe do potencial de visibilidade da agremiação.

Tudo isso quem faz e produz é o desempenho dentro do campo.Sem as peças fundamentais dos jogadores não existiria o futebol,eles são as peça-chave de garantia de espetáculo.Por isso devem ser lapidados desde cedo,serem colocados aos poucos sem cobrança para que os mesmos peguem confiança,podendo ser vendidos a um preço alto.

Quem não lembra do fiasco do São Paulo ao vender Kaká para o Milan da Itália a preço de banana?Depois o jogador foi melhor do mundo com valor no passe muito além do vendido.Os dirigentes brasileiros têm que parar de pensar no lucro imediato,naquilo que satisfazem apenas os seus bolsos,esse é o problema.

E outra,o tal do empresário é uma peste que quer exatamente vender logo para ficar com sua parte,o que é bom para ele já que agencia vários outros jogadores.Especular,emprestar,vender e persuadir é o seu trabalho.

Fazendo o processo inverso

Aqui no Brasil há um caso diferente.Neymar tem como empresário o pai.Não tem outros clientes se não apenas o filho.Isso facilitou para que o Santos fizesse um contrato longo com o jogador e o pai-empresário,com valores bem próximos que ele ganharia se jogasse na Europa,sonho de muitos.Dessa forma,hoje Neymar e o Santos são verdadeiras máquinas de fazer dinheiro por meio do marketing em cima do jogador,são muitos comerciais com a figura dele e percebeu-se mais lucrativa até que a ida para o velho mundo.O processo inverso de transferência está com certeza sendo pensado por jogadores e clubes, até pela visibilidade que a copa de 2014 vem trazendo.

Exemplo no mundo

Exemplo para o mundo do futebol é o Barcelona,da Espanha.Tem uma categoria de base forte,valoriza seus garotos e hoje é uma máquina não só de revelar talentos para o esporte,como também de ganhar títulos e consequentemente,dinheiro com o fatores já citados.

Confira o vídeo de lances da geração que tem hoje no time profissional Piquet,Fábregas e Messi:

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Cena jornalística pernambucana


A imprensa pernambucana ganhou destaque nos últimos anos. Os dois principais jornais do estado – Jornal do Commercio e Diário de Pernambuco – têm apostado em cadernos especiais e recebidos prêmios jornalísticos de prestígio. Vandeck Santiago, repórter especial do Diário de Pernambuco, acredita que seu estado vive uma nova “cena jornalística”. Nascido em Recife, Santiago começou a carreira em 1985, passou pelas sucursais de Veja, Folha de S.Paulo e Jornal do Brasil.
Foto: Lina Ibañez


Imprensa – Como você avalia o momento da imprensa pernambucana?
Santiago – Existe uma “cena jornalística pernambucana” e quando falo isso estou constatando um fenômeno. Não estou sendo bairrista. Considero o bairrismo uma doença infantil do pensamento regional.

Imprensa – Qual diferencial você procura trazer à reportagem especial?
Tento sair das fontes que falam com todo mundo. Para mim sempre é um desafio buscar pessoas que dominam o assunto, seja ela daqui ou do Japão. Uma vez fizemos uma matéria sobre hanseníase e o maior especialista era japonês. Consegui fazer uma entrevista com ele por telefone via tradução simultânea. Até por carta eu já fiz entrevista.

Imprensa - Reportagem especial tem receita?
Eu acho que uma reportagem especial precisa ter profundidade e fontes exclusivas. Investir em uma matéria especial não compensa se for feito de forma superficial. A nossa obrigação é toda vez trazer um fato novo e original ou trazer novas luzes sobre determinada pauta ou evento.

Revista Imprensa,ed.273,nov/2011,pág 16

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Existe isso?Copa 2014 pode antecipar início do ano letivo em todo o país para 20 de janeiro

O ano letivo de 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, poderá começar mais cedo para alunos e professores de escolas públicas e particulares, segundo o relator da Comissão Especial da Lei Geral da Copa na Câmara, deputado federal Vicente Cândido (PT-SP). De acordo com matéria publicada no Jornal Folha de S.Paulo nesta terça-feira, as aulas teriam início no dia 20 de janeiro e as férias do meio do ano devem durar de 10 de junho a 21 de julho, já que jogos da Copa do Mundo estão marcados para o período de 12 de junho a 13 de julho. Para o relator, a medida pode resolver outro ponto polêmico do texto, que prevê que estados e municípios determinem feriados nos dias dos jogos e "desafogar o trânsito".

A Lei Geral da Copa será discutida na tarde de hoje, em reunião da comissão especial na Câmara dos Deputados e se for aprovada, segue para a votação no plenário e logo após, para o Senado. O texto aborda garantias oferecidas pelo governo brasileiro à Federação Internacional de Futebol (Fifa) para a realização da Copa das Confederações, em 2013, e do mundial em 2014. O texto da lei também trata da concessão simplificada de vistos a estrangeiros no período das competições, normas de proteção às marcas associadas ao evento, regras sobre transmissão e retransmissão de jogos e condutas proibidas nos estádios.

Modéstia

Ministério Público aceita denúncia crime contra garota que ofendeu nordestinos


O Ministério Público Federal aceitou, enfim, a denúncia crime contra a estudante de direito Mayara Petruso. Mayara vai responder pelos crimes de racismo. A pena vai de três meses a um ano de prisão, mais multa. Como foi cometido por meio de um veículo de comunicação, pode ser elevada para até cinco anos de cadeia.

Mayra defendeu o assassinato de nordestinos via Twitter e no Facebook logo após a derrota do seu candidato José nas eleições de 2010. Segundo a estudante, a vitória da candidata Dilma Rousseff se deu por conta de que os nordestinos teriam “direito ao voto”.

Anunciada a derrota do seu candidato, Mayara proferiu uma série de ofensas: “Nordestinos (sic) não é gente. Faça um favor a Sp: mate um nordestino afogado!”.

Logo após a notoriedade das ofensas, Petruso deletou suas contas nas redes sociais.

A ação contra Mayara resultou da manifestação feita na época por várias pessoas e entidades de classe, entre elas a OAB de Pernambuco. No dia 5 de novembro de 2010, a seccional da Ordem apresentou uma notícia-crime contra Mayara ao Ministério Público de São Paulo. O presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, afirmou que devido ao fato de todos os elementos comprovarem a prática de crime pela internauta, a entidade tomou a iniciativa de promover a ação penal”.

Para o presidente da OAB-PE, a estudante praticou, ao mesmo tempo, os crimes de racismo e de incitação pública a pratica delituosa. Ele citou como exemplo outra recente manifestação de uma usuária do Twitter, também de cunho racista, após a realização do jogo Ceará x Flamengo, quando o time cearense saiu vencedor. “Isso não pode crescer. Enquanto não houver uma punição exemplar, esses crimes continuarão sendo cometidos”, afirmou.

Quentura

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

CNN abre sede no Brasil

A rede CNN acaba de se instalar em São Paulo. O interesse dos americanos pelo Brasil começou com a escolha do país para sediar a Copa do Mundo de  2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.
Shasta Darling é a primeira funcionária da nova sede. Ela fala um pouco sobre a chegada da rede ao país:
E não é só a CNN que está com o foco nos brasileiros. A chegada da Fox Sports agita os bastidores do jornalismo esportivo. O canal deve estrear na TV a cabo no começo do ano que vem e pretende competir com as produções nacionais. A Fox Sports detém direitos de exclusividade na transmissão das Copas Libertadores e Sulamericana.
 

Qual o verdadeiro sentido para o Natal?

Duelo Messi x Durval

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Um bom emprego num buraco federal

Por Emanoel Barreto

Um amigo me liga para informar que ganhou um novo emprego: está, garantiu alegríssimo, trabalhando num buraco. Disse que trabalhar em buracos é a nova onda e o mais alentado sonho de desocupados e apadrinhados de políticos e que tais. A relevância de tal ofício, disse, é que os buracos têm também status. "Têm status?", perguntei. E ele, empafiado, garante: "Sim!"  

E explicou: há o buraco de rua, aquele feito pela chuva, mas é buraco de segunda, não tem futuro; todavia, existe o buraco de estrada, os melhores estão em rodovias federais,  e estes já são buracos de maior tamanho e responsabilidade. Há ainda aqueles enormes, resultantes de pontes rompidas e grandes desastres naturais. Esses são o máximo, pois ali cabem muitos inúteis e assemelhados, magotes deles.

Os buracos maiores têm muitas ligações subterrâneas. Têm nichos climatizados, onde os citados elementos se acomodam para dormitar após almoço e janta. A importância do buraco é que, sendo confortáveis, digo aqueles buracos de primeira, o indivíduo pode dormir por lá mesmo e dia seguinte já está no serviço.


Perguntei a meu amigo como se arranja emprego num buraco e ele me respondeu que é coisa difícil, de grande complicação e altos engenhos, perquirições e encômios. E, com um olhar vago e algo sarcástico, disse, já que eu insinuava saber demais a respeito de tão altas instâncias: "Não é para o seu bico."

Disse isso e meteu-se num buraco federal que ia passando. Sumiu. Dias depois passou novamente pela minha casa e anunciou: "Agora estou trabalhando numa gaveta: cheia de contratos e papéis de cauixa dois. De lá só saio se for para trabalhar, e me aposentar, no escaninho de alguma ONG.

Foto inédita mostra Dilma num interrogatório de 1970

Foto:Autor Desconhecido/Todos os Direitos Reservados
Por Emanoel Barreto


A foto acima exibe Dilma Rousseff no frescor da juventude. Foi clicada em novembro de 1970, na sede da Auditoria Militar do Rio de Janeiro.

Presa pela ditadura, a então guerrilheira Dilma –ou Estela ou Vanda ou Luíza, seus codinomes na clandestinidade— tinha escassos 22 anos.

No momento em que a máquina fotográfica foi acionada, ela estava sendo interrogada. Repare num detalhe: os inquisidores escondem o rosto com a mão.

Deve-se a veiculação da imagem ao repórter Ricardo Amaral. Içou-a das páginas do processo contra Dilma na Justiça Militar. E  acomodou-a num livro que chega às prateleiras no próximos dias.

Chama-se ‘A vida quer Coragem’. Foi impresso pela Editora Primeiro Plano. Contém uma reportagem de fôlego de Amaral. Relata os passos de Dilma da guerrilha até o Planalto.

A foto e trechos da obra foram publicados pela revista ‘Época’, um dos veículos para os quais Amaral já trabalhou.

Os pedaços do livro que tratam de 2010 trazem o relato de olhos que perscrutaram os subterrâneos da campanha petista.

Amaral foi assessor da Casa Civil da Presidência e também da campanha de Dilma. 

A culpa condena e os desgraçados se escondem

A vergonha admitida com o gesto é a culpa assumida com a prática do gesto vergonhoso. Quem tiver um mínimo de dignidade, não estiver pago a miserável soldo, há de entender que o comportamento dos inquisidores revela seu íntimo e sua índole.  Sabiam, os elementos que escondiam a cara, do cumprimento de lamentável fado: o de prender, interrogar e encaminhar ao guante dos carrascos a juventude que se insurgia.
A cara feia e suja da ditadura não tem coragem de se mostrar e foge da coragem; a coragem solar dos insurretos, a sublime loucura dos que se arriscam. 

Vemos homens que tinham vergonha de se mostrar aos filhos, às esposas, mesmo às amantes, como diminuídos,vagos, emasculados, torpes; são apenas tristes desgraçados - são sem honra, sem nome, sem presença.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Descontrolado e querendo agredir jornalistas,delegado envolvido no caso Marcelinho Paraíba é afastado

A Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba afastou, nesta tarde, o delegado Rodrigo Rego Pinheiro, irmão da mulher apontada como vítima da suposta tentativa de estupro cometida pelo jogador Marcelinho Paraíba, do Sport, em festa, nesta madrugada, na granja do jogador, em Campina Grande-PB.

Marcelinho PB foi solto às 17hs em Campina Grande


O jogador Marcelo dos Santos, de 36 anos, foi preso na madrugada desta quarta-feira (30) e indiciado por estupro, suspeito de tentar beijar à força e agredir uma mulher.

Marcelinho Paraíba saiu do presídio em um carro e não deu declarações. O jogador havia sido transferido para o Serrotão no começo da tarde, depois de passar a manhã na Central de Polícia de Campina Grande prestando depoimento.

Antes de chegar ao presídio, ele ficou detido na carceragem da Polícia Civil.

O advogado Afonso Vilar falou com a imprensa em nome do jogador. Segundo ele, o juiz considerou em sua decisão que Marcelinho Paraíba não apresentava perigo à sociedade, por isso concedeu o alvará de soltura. “Apesar do estupro ser um crime hediondo, o juiz considerou que não havia provas suficientes e por isso optou por libertá-lo“, comentou o advogado.

A Polícia Civil tem um prazo de 15 dias para concluir o inquérito e encaminhá-lo ao Ministério Público da Paraíba, que decidirá se denuncia o jogador à Justiça. Enquanto isso, ele responde em liberdade.

Globo.com

Senado aprova em 1º turno exigência de diploma para jornalista

Por 65 votos a sete, o plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira, em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que exige diploma de Jornalismo como condição para o exercício  da profissão. Em junho de 2009, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a exigência formal do certificado de conclusão do curso superior e do registro profissional no Ministério do Trabalho para os jornalistas fere a liberdade de imprensa e contraria o direito à livre manifestação de pensamento. A PEC precisará ser votada em segundo turno também no plenário da Casa.

"(A exigência de diploma) É questão de justiça para que um indivíduo que sabe fazer um bilhete não saia por aí dizendo que é jornalista", disse o Magno Malta (PR-ES). "Num país em que nossos jovens precisam ser estimulados à universidade, é preciso dar a eles um status especial, e muitos jovens que têm seu diploma sentem que seu mercado de trabalho é invadido", afirmou o Marcelo Crivella (PRB-RJ).

Em sentido contrário, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) argumentou que a profissão de jornalista não comporta "nenhum tipo de restrição", incluindo a própria exigência de diploma. "A atividade de jornalista é intimamente ligada à liberdade de expressão. Tem caráter autoral. Não cabe nenhum tipo de restrição (como o diploma). Para a garantia da veracidade e da cultura não é preciso diploma", afirmou.

"Pouquíssimos cursos exigem uma aptidão tal que só possa ser adquirida em um banco de horas. O Supremo decidiu que, em relação a profissões, o que tem que ser preservado é o direito fundamental de se exercer livremente, de fazer manifestação", afirmou Demóstenes Torres (DEM-GO), também contrário à exigência de diploma e registro para a profissão de jornalista.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

MPRN revela esquema de pagamento milionário de propina que beneficiou políticos e empresários.Tem até o ex-governador no meio

O Consórcio Inspar teria pago cerca de R$ 35 milhões em propinas a políticos e empresários para poder atuar na inspeção veicular no Rio Grande do Norte nos próximos 20 anos - o que renderia um montade de aproximandamente R$ 1 bilhão nesse período. Os R$ 35 milhões são exatamente o mesmo valor em bens que o Ministério Público requereu que fosse sequestrado dos envolvidos no suposto esquema fraudulento.

De acordo com a petição do MP, o montade a ser sequestrado servirão para reparar "os danos às vítimas lesadas, que, como já referido, foram os milhares de cidadãos potiguares que pagaram taxas indevidas em razão do convênio com o IRTDPJ/RN, e o erário estadual, em razão dos contratos viciados com a PLANET BUSINESS LTDA e com o cONSÓRCIO inspar".

Esse suposto esquema fraudulento resultou na operação Sinal Fechado, deflagrada na manhã desta quinta-feira (24).

Confira o comunicado oficial do MP/RN com a lista dos envolvidos:

GEORGE ANDERSON OLÍMPIO DA SILVEIRA
IBERÊ PAIVA FERREIRA DE SOUZA (ex-governador)
JOÃO FAUSTINO FERREIRA NETO
MARCUS VINÍCIUS FURTADO DA CUNHA
CARLOS THEODORICO DE CARVALHO BEZERRA
ALCIDES FERNANDES BARBOSA
CARLOS ALBERTO ZAFRED MARCELINO
MARCO AURÉLIO DONINELLI FERNANDES
JOSÉ GILMAR DE CARVALHO LOPES
EDSON CÉZAR CAVALCANTE SILVA
EDUARDO DE OLIVEIRA PATRÍCIO
CAIO BIAGIO ZULIANI
JAILSON HERIKSON COSTA DA SILVA
FABIANO LINDEMBERG SANTOS ROMEIRO
CÉZAR AUGUSTO CARVALHO
MARCUS VINICIUS SALDANHA PROCÓPIO
JEAN QUEIROZ DE BRITO
NILTON JOSÉ DE MEIRA
FLÁVIO GANEM RILLO
GO DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS
GEORGE OLIMPIO ADVOGADOS
INSPETRANS
NEEL BRASIL TECNOLOGIA LTDA

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A diagramação e a falta de atenção

Nike no Nordeste, Just do it


Com um lucro de 1,9 bilhão de dólares em 2010 e valor de mercado de US$ 37 bi, a Nike é, sem dúvida alguma, uma das maiores empresas de material esportivo do mundo.

Fornecedora do uniforme da Seleção Brasileira desde 1996, a marca agora deverá investir pesado nos clubes do país, inclusive no litoral nordestino…

Inicialmente, os alvos foram os dois times mais populares do Brasil, Corinthians e Flamengo. O clube paulista, por exemplo, recebe R$ 16,5 milhões anuais.

O Timão ainda mantém o contrato, enquanto o Mengão mudou para a Olympikus.

Visando o mercado internacional em 2014, ano da Copa do Mundo, a Nike já não esconde mais o projeto de patrocinar pelo menos um clube de cada subsede do Mundial.

Santos e Internacional acabam de se juntar ao Corinthians. O próprio Fla voltou a ser procurado pela fabricante.

Como o foco da postagem é o Nordeste, vale lembrar que a região terá quatro subsedes na maior competição do futebol, todas com sol, praia e clubes de massa.

Recife, Salvador, Fortaleza e Natal.

Nos bastidores, as três primeiras cidades já teriam clubes em articulação.

Sem alarde, eis os possíveis candidatos da investida: Sport, Bahia e Ceará.

Exigência? Participar da Série A. Atualmente, os dois primeiros vestem Lotto, sendo que o contrato rubro-negro vai até o fim de 2013, enquanto o Ceará utiliza Penalty.

Como o projeto da Nike é uma realidade, nada impede que a mira mude de direção…

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Arroz Integral-depressão

Cartoon:Cleuber

Coronel da PM, advogado e pastor serão denunciados como verdadeiros mandantes da morte de Radialista

Por Anderson Barbosa - Novo Jornal

Reviravolta à vista. Surpreendente, aliás. Para a Polícia Civil, existe uma grande chance de o comerciante Lailson Lopes – mais conhecido como o Gordo da Rodoviária – não ter sido o real mandante da morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros no dia 18 de outubro de 2010, em Caicó. As investigações levam a crer que o mentor, ou melhor, que os orquestradores do homicídio, crime que chocou não apenas a região Seridó, mas todo o Rio Grande do Norte, agora são três. Um tenente coronel da Polícia Militar, um pastor evangélico e um advogado surgem como os prováveis contratantes do mototaxista João Francisco dos Santos, mais conhecido como Dão.

Dão é réu confesso no processo. Isso não muda. No entanto, o fato é que o inquérito não foi encerrado como se imaginava. O julgamento de Dão e de Lailson ainda não tem data certa para acontecer. E pelo visto, vai demorar mais algum tempo, já que estas novas informações estão sendo apuradas pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado, a Deicor.

A primeira, obviamente, trata da possibilidade de Lailson ser inocente. A segunda vem em razão da primeira, ou seja, do valor acertado pela alma do radialista. Consta no inquérito que o assassino teria sido contratado por R$ 10 mil para puxar o gatilho. A polícia ainda não sabe se Dão recebeu o dinheiro. Três mil reais seriam pagos para ele atirar e fugir. Os sete mil restantes seriam pagos posteriormente, quando a poeira sentasse.

Os nomes do tenente coronel, do advogado e do religioso foram repassados à reportagem, mas serão mantidos em sigilo até que as denúncias sejam formalizadas ao Ministério Público. A delegada Sheila Freitas, titular da Deicor, foi procurada para falar sobre o caso, mas não quis dar qualquer declaração. O mesmo aconteceu com o delegado geral Fábio Rogério. Por telefone, ele preferiu não comentar a possibilidade de uma reviravolta, mas admitiu que as informações realmente procedem.

Lailson Lopes, preso desde fevereiro deste ano, encontra-se encarcerado na Cadeia Pública de Caraúbas. Foi atrás das grades, a propósito, onde a nova versão para os fatos veio à tona. De acordo com o informante que passou as informações ao NOVO JORNAL, cujo nome também será mantido em segredo, as peças que podem fechar em definitivo o quebra-cabeça surgiram após um depoimento revelador do então acusado. O interrogatório foi feito na semana passada, lá mesmo no presídio.

“Laison está sofrendo chantagem. O pastor e o advogado foram até Caraúbas e ameaçaram matar seu filho. Caso ele não permanecesse calado, ou não assumisse toda a culpa, o filho dele, um rapaz de 14 anos, também seria executado”, contou a fonte.

Contudo, a chantagem e as ameaças não surtiram o efeito esperado. Lailson resistiu à pressão e abriu a boca. Porém, para revelar tudo o que sabia, inclusive se comprometendo em confirmar tudo em juízo, ele exigiu proteção de vida, incluindo garantias de segurança para sua família. A Polícia Civil aceitou o acordo.

Lailson assumiu que realmente não gostava de F. Gomes. Porém, não teria motivos para vê-lo morto. Mesmo que o radialista o tivesse denunciado várias vezes no programa que mantinha na Rádio Caicó AM, foram outras denúncias feitas pelo comunicador que supostamente motivaram sua morte. “Não tem nada a ver com o que foi divulgado até agora. Nada de drogas ou denúncias contra o próprio Lailson. Mataram F. Gomes porque ele vivia denunciando irregularidades dentro do Presídio Estadual de Caicó, o Pereirão”, acrescentou a fonte.

Todo o interrogatório está gravado em vídeo e áudio. O material será entregue ao MP nos próximos dias. Depois disso, a responsabilidade de analisar os fatos e de oferecer ou não novas denúncias à justiça ficará nas mãos dos promotores. Se isso acontecer, mandados serão expedidos e certamente levarão o oficial do alto escalão da PM, o advogado e o religioso à cadeia. Já o comerciante, uma vez inocentado, deverá ser solto e incluído no Programa de Proteção à Testemunha. Sua família também.

Reviravolta antecipada
 Esta não é a primeira vez que a possibilidade de haver uma reviravolta no caso F. Gomes é ventilada. Em matéria publicada no último dia 5 de agosto, o NOVO JORNAL já havia antecipado o assunto. Na época, o advogado Antônio Carlos de Souza Oliveira, defensor do comerciante Lailson Lopes, afirmou que seu cliente era inocente. Contudo, as provas só seriam reveladas no dia do julgamento. “Surgiram fatos novos”, disse o advogado, acrescentando que testemunhas iriam depor a favor do Gordo da Rodoviária.

Questionado desde quando possui conhecimento de tais informações – suficientes, segundo ele, para levar o juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça a pedir a prisão dos supostos verdadeiros mandantes do assassinato do radialista – Antônio Carlos disse que só ficou sabendo das chantagens e das ameaças depois que o comerciante já estava preso. “Como só assumi o caso depois da audiência de instrução, meu trabalho foi prejudicado. Se tivesse assumido desde o início, antes do magistrado ter se pronunciado, certamente o Lailson nem iria a julgamento”, frisou o advogado.

Réu confesso diz que matou em legítima defesa
O mototaxista João Francisco dos Santos, o Dão, apesar de ter admitido os disparos, segue alegando que atirou em legítima defesa. Ele afirma que ao se aproximar de F. Gomes, o mesmo teria feito menção de que sacaria uma arma. No momento em que F. Gomes tombou na calçada de sua casa, no entanto, não havia nenhuma arma com ele, apenas um jornal que estava lendo quando foi baleado.

Atualmente, Dão encontra-se trancafiado numa das celas do Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato Fernandes, na Zona Norte de Natal. Já Lailson, o Gordo da Rodoviária, permanece preso na Cadeia Pública de Caraúbas.

Júri popular
O juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, titular da Vara Criminal da Comarca de Caicó, proferiu sentença de pronuncia no dia 4 de agosto, quando mandou ir a julgamento popular os dois presos apontados com autor intelectual e autor material da morte do radialista F. Gomes, no caso o comerciante Lailson Lopes e o mototaxista João Francisco dos Santos, o Dão.

Conforme previsto pelo artigo 121 do Código Penal Brasileiro, se condenados, ambos podem ser punidos com penas de reclusão de 12 a 30 anos, uma vez que, “no caso, o homicídio teria sido triplamente qualificado, sendo praticado pelo acusado impelido por motivo fútil, bem como praticado à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa da vítima, e mediante paga, promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe”, proferiu o magistrado.

Com relação ao acusado de ter efetuado os disparos, o juiz relatou que o laudo do exame residuográfico deu positivo para a existência de chumbo nas mãos de Dão. Sobre Lailson, mesmo tendo este negado qualquer participação no crime, o magistrado entendeu que houve indícios que apontam para sua autoria intelectual. “Registros telefônicos demonstram que houve várias ligações entre os celulares de Dão e Lailson no dia do fato, antes e depois do delito", concluiu Villaça.

 Memória
Dão foi preso um dia após crime. Já Lailson, só foi apresentado à imprensa como o mandante da morte de F. Gomes no dia 23 de fevereiro deste ano, durante coletiva concedida pelo delegado Ronaldo Gomes, na época delegado geral. Na ocasião, Ronaldo afirmou que o comunicador não foi assassinado por conta das matérias que fazia combatendo o tráfico de drogas no Seridó, mas sim porque o comunicador usou os microfones da rádio para denunciar que a loja de celulares de Lailson funcionava como uma fachada para encobrir a prática de atividades criminosas em Caicó.

O radialista F. Gomes tinha 46 anos quando foi assassinado. Ele morreu na calçada de sua casa, na Rua Professor Viana, bairro Paraíba, noite de 18 de outubro do ano passado. Atingido por três tiros, ele chegou a ser socorrido ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos. F. Gomes era casado e deixou três filhos.

Músico cai do banco em programa de tv ao vivo em Mossoró-RN

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

I Festival de Cinema Africano se encerra com três obras

O I Festival de Cinema Africano da UFRN, que vem acontecendo desde a última segunda-feira, 7, se encerra nesta sexta-feira com três obras no Auditório anexo da Biblioteca Central Zila Mameda (BCZM).

Às 16h, o média-metragem “O Regresso do Aventureiro” vai contar a história de um jovem nigeriano recém-chegado dos EUA que leva para seus amigos da aldeia equipamentos de cow-boys. A vida no lugar irá se transformar em uma cidade de far West.

Logo depois, ás 16h35, o curta de 15 minutos “Os cowboys são negros” vai tratar dos bastidores das gravações do filme anterior pelo cineasta nigeriano Moustapha Alassane. Ele vai mostrar com é tênue a distância entre a realidade e a ficção, o cinema e a vida.

A partir das 17h, vai ser exibido o também curta-metragem “Para Nós a Rua”. O filme coloca como paisagem central a rua. Depois da escola, crianças começam a entrar no mundo real que vivem em Burkina Faso. O futebol, a dança, a comida, os amores e os furtos são parte da realidade daquelas crianças.

Após a exibição dos filmes, haverá debate aberto ao público sobre as produções. O evento é uma realização pelo Núcleo de Antropologia Visual (NAVIS) com o objetivo de discutir e divulgar essa produção cinematográfica desconhecida pelo grande público.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nada de bom dia

Olá,contribuinte.Não posso dar bom dia ao se iniciar mais uma jornada por causa da seguinte notícia:

Estudo da Transparência Brasil conclui que os parlamentares brasileiros são os mais caros do mundo. O minuto trabalhado aqui custa para o contribuinte R$11.545. Por ano, cada senador custa R$33 milhões. Cada deputado tem o custo de R$ 6 milhões.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

CCHLA apresenta mais uma edição do projeto Me Explica, Me Ensina nesta sexta-feira

O Centro de Ciências Humanas Letras e Artes (CCHLA), por meio dos departamentos de Letras de Línguas Estrangeiras, dará continuidade nesta sexta-feira, 11, ao projeto Me Explica, Me Ensina. O evento será realizado na Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM) a partir das 14h.

O projeto que existe há dois anos e tem periodicidade uma vez por mês, tem o intuito de trazer sempre dois especialistas de determinada área para discutir temas que não são cotidianamente abordados em sala de aula. E para esta edição o CCHLA coloca à disposição dos interessados os professores s César Giusti, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Derivaldo Santos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para tratar de Literatura.

Às 14h, o professor César Giusti vai apresentar uma crítica literária relacionada a obra Macunaíma, de Mário de Andrade, escrita em 1928. O livro que tem como subtítulo “o herói sem nenhum caráter”, aborda o povo brasileiro representada por um índio que tem preguiça de trabalhar, mente, trai e fala palavrões.  A linguagem utilizada é coloquial, em decorrência do uso do personagem.

Já às 19h, o professor Derivaldo Santos, vai realizar uma crítica literária sobre Augusto dos Anjos. Este poeta paraibano, apesar de sempre utilizar palavras difíceis influenciado pelo estilo parnasiano, foi muito citado pelos modernistas por representar o início da ruptura da linguagem estatizada, mesmo em versos.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) ou no local.